sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Redes de pesca fantasma no Parque Estadual Xixová-Japuí

Ghost fishing nets in Xixová-Japuí State Park

O Parque Estadual Xixová-Japuí (PEXJ), que possui 901 hectares, está localizado na parte oeste da Baía de Santos, em São Vicente, SP, e, mesmo sendo uma Unidade de Conservação, não escapa dos perigos causados pelas redes de pesca perdidas. Muitas delas - que chegam à deriva -, ou até mesmo as armadas ilegalmente, são recolhidas pelo gestor, Paulo Menna, e por funcionários do PEXJ em um trabalho constante.

Xixová-Japuí State Park (XJSP), that has 3,48 square mile, is located on the west side of Santos Bay, in São Vicente, SP, and, even being a Protect Area, don't escape of dangers caused by lost net fishings. Many of them – that coming adrift -, or even those set illegally, are removed by manager, Paulo Menna, and the contributors of XJSP in a constant work.

As redes clandestinas são normalmente colocadas à noite, já que o local é uma área de exclusão à pesca. A maioria apresenta um estágio de desgaste de médio a alto, ainda com peixes, tartarugas e outras incrustações, mas redes com pouquíssimo uso também são encontradas. Todas são recolhidas e armazenadas em local seguro, aguardando reciclagem.
Clandestines net fishings are usually set at night, since the place is a fishing exclusion area. Most presents a medium to high weariness stage, still with fishes, turtles and others foulings, but net fishings with little use are also found. All of them are collected and stored in safe place, waiting for recycling.

Na entrevista com Paulo Menna ele nos disse mais sobre o trabalho realizado no Parque Estadual Xixová-Japuí. Veja a seguir:
In interview with Paulo Menna he said more about the work realized in Xixová-Japuí State Park. See below:

P: É frequente encontrar redes de pesca perdidas no Parque Xixová-Japuí?
R: Sim, é frequente. Porém, sabedores da nossa presença, os pescadores procuram colocar petrechos em horários que normalmente não estamos, ou seja, à noite.
Q: Is frequent found lost net fishings in Xixová-Japuí Park?
A: Yes, is frequent. However, knowing our presence, fishermen search install gears in times that likely we are out, ie, at night.

P: Além das redes de pesca, já foram encontrados outros petrechos?
R: Pelo menos nesta gestão, até o presente momento, somente redes foram encontradas.
Q: Besides the net fishings, other gear have been found?
A: At least in this management, until now, only net fishings were found.

P: Qual o estado de exaustão (velha/nova) das redes de pesca encontradas?
R: A grande maioria apresenta um estado de exaustão de médio para alto, mas também recolhemos petrechos com pouquíssimo uso.
Q: What is the exhaustion state (old/new) of found net fishings?
A: Most presents a medium to high wear stage, but we also remove gear with little use.

P: As redes são normalmente encontradas com incrustações ou animais emaranhados? Quais são as espécies?
R: Algumas redes são recolhidas sem nenhuma incrustação ou animais, outras trazem peixes variados - normalmente de pequeno porte – e tartarugas que, quando vivos, são libertas se a saúde do animal permitir.
Q: The net fishings are likely found with fouling or animals entangled? What are the species?
A: Some net fishings are removed without fouling or animals, others brings fishies – usually smalls – and turtles that, when alives, are freed if healthiness alow.

P: Qual o procedimento adotado pela gestão do parque quando encontra um petrecho perdido?
R: O petrecho que estiver em área do parque é recolhido, caracterizado e armazenado em local seguro. Passados os prazos legais e o proprietário não sendo identificado, o mesmo deverá ser encaminhado para reciclagem.
Q: What is the proceeding adopted by the management park when finds a lost gear?
A: The gear that is in park area are collected, characterized and stored in a safe place. Passed the legal terms and the owner not being identified, it should be recycled.

P: As redes encontradas estavam executando a pesca fantasma?
R: Nem todas as redes estavam realizando a pesca fantasma. Ocasionalmente, ocorre com redes velhas que se rompem com as ressacas, levando tudo o que vem pela frente.
Q: The net fishings found were executing ghost fishing?
A: Not all the net fishings were ghost nets. Occasionaly, happen with old nets that break with storms, taking everything that is ahead.

P: Usualmente aparecem petrechos provenientes de que arte de pesca (amadora, artesanal ou industrial)?
R: Acreditamos que a totalidade dos petrechos apreendidos são oriundos da pesca artesanal/amadora, feita por pescadores do entorno, provavelmente de São Vicente e Praia Grande.
Q: Usually appear fishing gears from which fishing art (recreational, artisanal or industrial)?
A: We believe that the totality of gears confiscated coming from artisanal/recreational fishing, made by fishermen surrounding, probably of São Vicente and Praia Grande cities.


  
Redes de pesca fantasma encontradas na área do parque/ Ghost net fishings found in park area

O gestor Paulo recolhendo redes perdidas na área do PEXJ/ The manager Paulo removing lost net fishings in XJSP area

Redes com alto nível de incrustação e animais em decomposição comprovam a realidade da pesca fantasma. Paulo nos mostrou uma rede que havia sido encontrada com quatro tartarugas e vários peixes de pequeno porte, todos mortos, com indícios de que havia sido perdida há algum tempo e estava matando animais.
Nets with a high level of fouling and animals in decomposition prove the reality of ghost fishing. Paulo show us a net fishing that had been found with four turtles and many little fishes, all dead, with evidences that had been lost for long time and was killing animals.

As fotos abaixo mostram a dimensão do problema:
Pictures bellow show the dimension of the problem:

Rede fantasma encontrada à deriva no parque, com peixes e tartarugas mortos/Net fishing found adrift in the park, with fishes and turtles dead


Tartarugas mortas retiradas da rede de pesca perdida/ Turtles dead removed from lost net fishing  


Produção: Ac. Bio Luiza Gomes
Revisão: Jornalista Sandra Pazzini

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Projeto Petrechos de Pesca Perdidos no Mar e a logística reversa das redes de pesca no Brasil


Lost Fishing Gear project and the reverse logistic of fishing nets in Brazil


Visita técnica do diretor de negócios da empresa Interface, Rafael Millot

Technical visit of the business director company Interface, Rafael Millot




         As redes de pesca perdidas no oceano são um enorme problema para os ecossistemas marinhos, e esse é um fato inquestionável. Numerosas iniciativas tentam reduzir esse impacto ambiental reciclando e transformando as que são removidas do oceano, e é aí que entra a Interface. Empresa líder mundial no segmento de fabricação de carpetes, a Interface utiliza as fibras das redes de pesca fornecidas pela empresa Aquafil para transformá-las em carpete. 
      Lost net fishing at sea are a huge problem to marine ecosystems, and this is a unquestionable fact. Numerous initiatives tried reduce this environmental impact recycling and transforming those that are removed from the ocean, and that is where Interface enters. World leader company in segment of manufacture carpets, Interface use fibers net fishings provided by Aquafil company to transform them in carpets.
A empresa possui lojas em vários países, como Estados Unidos e Canadá, e aqui no Brasil está presente em uma unidade em São Paulo. O trabalho de remoção das redes de pesca perdidas é realizado por pescadores das Filipinas e Camarões a partir de um modelo implantado pela Sociedade Zoológica de Londres.
The company has stores in many countries, like United States and Canada, and here in Brazil, its present in a unit of São Paulo. The work of removing lost net fishings is realized by fishermen of Philippines and Cameroon from a model implemented by the Zoological Society of London.
 Em 5 de Julho de 2013 já havíamos postado sobre este tema e agora está sendo novamente possível evidenciar a importância da ação da logística reversa em nosso país graças a uma entrevista concedida no mês de junho de 2014 por Cláudia Martins, representante da Interface no Brasil, no programa Arquitetura Verde do canal Globosat. Naquela ocasião, Luiz Miguel Casarini, pesquisador do projeto Petrechos de Pesca Perdidos no Mar, procurou Cláudia, que, gentilmente, nos passou o contato do diretor de desenvolvimento de negócios para a América Latina da Interface, Rafael Millot.
In 5 July, 2013 we had already posted about this theme and now is being possible again evidence the importance of the reverse logistics action in our contry thanks to an interview in July 2014 by Cláudia Martins, Interface representative in Brazil, in Arquitetura Verde program at Globosat channel. That occasion, Luiz Miguel Casarini, researcher of Lost Fishing Gear at Sea project, search Cláudia, that, gently, link us to business development director for Latin American of Interface, Rafael Millot.
Rafael Millot analisando as redes de pesca no Parque Estadual Xixová-Japuí/Rafael Millot analyzing the net fishings in Xixová-Japuí State Park.


         Em visita ao Parque Xixová-Japuí, situado em São Vicente (SP), Millot foi recebido pelo gestor, Paulo Menna, e o encontro resultou em uma proposta concreta e imediata: a utilização das redes de pesca ali depositadas como um marco para a implantação da logística reversa no Brasil. Menna sugeriu, então, que os trabalhos de reciclagem e transformação fossem realizados ali mesmo, no próprio parque. Estamos a aguardar os resultados!
         In a visit to Xixová-Japuí Park, located in São Vicente (SP), Millot was received by the manager, Paulo Menna, and the metting resulted in a concret and immediate propost: the use of net fishings deposited there as a mark to deployment of reverse logistics in Brazil. Menna then suggested that the work of recycling and transformation were done right there, in the park. We are waiting the results!

Equipe do Projeto Petrechos de Pesca Perdidos no Mar, Rafel Millot e o Gestor do Parque Paulo Menna/Lost Fishing Gear at Sea project team, Rafael Millot and the park manager Paulo Menna.

 Produção: Ac. Biologia Luiza Gomes  
 Revisão: Jornalista Sandra Pazzini